LED X OLED SAIBA QUAL A DIFERENÇA?

Ao longo dos anos o setor de iluminação tem evoluído graças à introdução do LED no mercado. Mas esse cenário de iluminação em LED ainda será muito mais eficiente.

Depois do LED, uma nova tecnologia promete revolucionar o design de iluminação: trata-se do OLED, um sistema de painéis que emitem luz regular e difusa.

LED-OLED-ILUMISUL

No atual cenário de iluminação, o LED pode ser utilizado em praticamente todos os segmentos. Sua tecnologia tem se tornado cada vez mais eficiente, pois é possível manter um alto fluxo luminoso com redução da potência, diminuindo assim os custos de energia.

Em termos de inovação, o OLED deve baixar gradativamente seu custo, conforme seus antecessores.

O que é LED – Diodo emissor de Luz

O LED deriva do nome em inglês light emitting diode. Trata-se de um pequeno ponto, do tamanho de um grão de areia, com capacidade de gerar luz através de fios condutores.

O componente mais importante de um LED é o chip semicondutor, que é o responsável pela geração da luz. Este chip tem dimensões muito reduzidas.

Na imagem abaixo apresentamos um LED de alta potência, em que podemos observar a maior complexidade nos componentes se comparar a uma lampada incandescente, por exemplo. Esta tecnologia serve para garantir uma melhor performance em aplicações que exigem maior confiabilidade.

led-ilumisul-componentes

A tecnologia em LED veio para ficar e revolucionar todos os sistemas de iluminação. Porém outras tecnologias foram descobertas como o OLED;

Vantagens do LED:

Quando estamos falando de eficiência e longevidade, o LED ainda é a melhor opção. Na iluminação, muitos passos significativos estão sendo dados com as novas tecnologias.

Possui alta eficiência luminosa se comparado ao OLED, além de uma vida útil bem maior!

O que é o OLED?

Os OLEDs são dispositivos de estado sólido compostos de filmes finos de moléculas orgânicas que criam luz com a aplicação de eletricidade. Os OLEDs podem fornecer displays mais nítidos e brilhantes em dispositivos eletrônicos e usam menos energia do que os diodos emissores de luz (LEDs) convencionais ou displays de cristal líquido (LCDs) usados atualmente. Outra característica muito interessante é que são flexíveis, imagina uma TV ou luminária que você pode dobrar ou enrolar.

OLED (Diodo emissor de Luz Orgânico).O OLED é um componente orgânico encapsulado entre lâminas de vidro. Com a passagem da corrente elétrica, ocorre a eletroluminescência, assim como no LED. A principal diferença é que o LED orgânico (OLED) não é um ponto, mas uma superfície.

OLED

Sua estrutura é feita de camadas, as camadas orgânicas são posicionadas entre dois eletrodos planos, que são cerca de cem vezes mais finos que um fio de cabelo humano e invisíveis a olho nu.

Quando se faz uma corrente elétrica passar através delas, as moléculas nas camadas orgânicas começam a brilhar.

LED X OLED:

Vantagens do LED:

Quando estamos falando de eficiência e longevidade, o LED ainda é a melhor opção. Na iluminação, muitos passos significativos estão sendo dados com as novas tecnologias.

Possui alta eficiência luminosa se comparado ao OLED, além de uma vida útil bem maior!

Vantagens do OLED

A grande diferença entre LED e OLED, é que o OLED permite que uma superfície inteira emita luz uniforme, em vez de apenas um ponto. Assim, pela primeira vez as pessoas não precisam de um sistema para difundir a luz. A própria OLED é capaz de fazer isso. O OLED emite luz através de correntes elétricas usando componentes orgânicos, não emitem raios UV. Os OLEDs brancos também têm a qualidade das cores reais das lâmpadas incandescentes (IRC de 100%).

Sua vantagem está no baixo consumo de energia para produzir luz, já que os resíduos que o OLED gera são quase que totalmente reaproveitados, sendo, por consequência, considerada uma tecnologia ecologicamente limpa.

 

COMPARTILHE!