Saiba como escolher um Condutor

Você sabe diferenciar condutores de cobre e alumínio? Já sabe das características físicas e elétricas? Conhece as normas de uso para condutores de alumínio ou possui noção dos critérios de uso?

Vamos explicar qual a diferença deles, confira;

Diferenças relevantes entre condutor de cobre e alumínio e qual a sua utilização?

O cobre é um metal muito dúctil e maleável, além de ser um excelente condutor elétrico, uma vez que a eletricidade que flui por meio dos fios de cobre encontra muito menos resistência do que em fios de alumínio ou aço de mesmo diâmetro. Assim, é muito utilizado em instalações domésticas e urbanas, pois em uma instalação elétrica ou em qualquer tipo de trabalho, os condutores sofrem inevitáveis dobramentos,além disso,os condutores de cobre são mais resistentes à oxidação e corrosão galvânica.

O alumínio é um material que apresenta uma baixa resistência mecânica e grande ductilidade e maleabilidade. Ao resistir melhor à deformação e ter metade do peso do cobre, o alumínio tem sua principal aplicabilidade em redes de transmissão. Dessa forma, é possível construir torres menos robustas com maior espaçamento entre elas.

E como funcionam as normas de uso para o alumínio?

As conexões de cabos de alumínio precisam ser inspecionadas de forma rotineira por uma equipe especializada principalmente por conta de dois problemas. O primeiro é em relação a formação de uma camada invisível de óxido quando a superfície de alumínio fica exposta, sendo necessário o rompimento dessa camada para haver uma boa conexão.

O segundo motivo trata-se de que o alumínio escoa com pequenas pressões, afrouxando as conexões e ocasionando a formação do óxido, podendo então aquecer a superfície e consequentemente gerar incêndios. Nesse contexto, a norma brasileira de instalações elétricas de baixa tensão (ABNT NBR 5410), em sua seção referente a condutores, aborda diversas restrições ao uso de condutores de alumínio.

COMPARTILHE!